Violência doméstica será tema do Grupo de Pesquisa Cidadania Já

EDITADA

O Grupo de Pesquisa “Cidadania Já” da Celer Faculdades, encerrou nesta semana as atividades do semestre com uma confraternização. O grupo que iniciou há um ano tem o objetivo de promover pesquisas e discussões referente a cidadania e direitos humanos.

Conforme a coordenadora, professora Maria Luiza Marinho de Mello, a discussão é ampla e vai além dos conceitos. “Nada adianta sabermos o conceito de cidadania, de direitos humanos se não estamos integrados exatamente com o que é a dignidade da pessoa humana. O objetivo é desenvolver não apenas o conceito mas também focar na pessoa”, enfatiza.

O grupo se reúne mensalmente e neste ano trabalhou os conceitos de educação baseados no autor Edgar Morin e as temáticas indigenistas, além dos estudos voltados aos Direitos Humanos. “Foi produzido um artigo pela acadêmica Daniely Rech junto com os professores e ele foi apresentado em outras instituições e faz parte de uma das linhas de pesquisa do Cidadania Já”, explica Maria Luiza.

Para o próximo semestre a proposta também é de discutir a violência doméstica que é uma problemática secular e há urgência no debate, especialmente superando o discurso oratório corriqueiro e buscando ações e alternativas para acolher as vítimas. “Precisamos sair do discurso e buscar ações que venham encorajar essas mulheres para que continuem com os processos, registrem boletim de ocorrência, para que tenham coragem”, considera Maria Luiza.

A pesquisa tem o aval e suporte do Delegado de Polícia Civil da Comarca de Xaxim, Fernando Calffas, e do Delegado Regional de Chapecó, Wagner Meireles.  “Já fizemos este contato e temos esta parceria. A lei Maria da Penha é eficaz. Mas e o atendimento a essas mulheres? Elas realmente se sentem acolhidas, protegidas? Como é o atendimento nas delegacias? Quantas casas existem para o acolhimento dessas mulheres? São questões que serão discutidas”, enfatiza.

O encerramento das atividades também contou com a apresentação de nossos integrantes. O grupo de pesquisa conta com a participação de professores, acadêmicos, egressos e pesquisadores da Celer Faculdades e outras instituições.

*Assessoria de Comunicação – Celer Faculdades

 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
escort bayan beylikduzu escort istanbul escort Atakoy Escort