Violência doméstica será tema do Grupo de Pesquisa Cidadania Já

EDITADA

O Grupo de Pesquisa “Cidadania Já” da Celer Faculdades, encerrou nesta semana as atividades do semestre com uma confraternização. O grupo que iniciou há um ano tem o objetivo de promover pesquisas e discussões referente a cidadania e direitos humanos.

Conforme a coordenadora, professora Maria Luiza Marinho de Mello, a discussão é ampla e vai além dos conceitos. “Nada adianta sabermos o conceito de cidadania, de direitos humanos se não estamos integrados exatamente com o que é a dignidade da pessoa humana. O objetivo é desenvolver não apenas o conceito mas também focar na pessoa”, enfatiza.

O grupo se reúne mensalmente e neste ano trabalhou os conceitos de educação baseados no autor Edgar Morin e as temáticas indigenistas, além dos estudos voltados aos Direitos Humanos. “Foi produzido um artigo pela acadêmica Daniely Rech junto com os professores e ele foi apresentado em outras instituições e faz parte de uma das linhas de pesquisa do Cidadania Já”, explica Maria Luiza.

Para o próximo semestre a proposta também é de discutir a violência doméstica que é uma problemática secular e há urgência no debate, especialmente superando o discurso oratório corriqueiro e buscando ações e alternativas para acolher as vítimas. “Precisamos sair do discurso e buscar ações que venham encorajar essas mulheres para que continuem com os processos, registrem boletim de ocorrência, para que tenham coragem”, considera Maria Luiza.

A pesquisa tem o aval e suporte do Delegado de Polícia Civil da Comarca de Xaxim, Fernando Calffas, e do Delegado Regional de Chapecó, Wagner Meireles.  “Já fizemos este contato e temos esta parceria. A lei Maria da Penha é eficaz. Mas e o atendimento a essas mulheres? Elas realmente se sentem acolhidas, protegidas? Como é o atendimento nas delegacias? Quantas casas existem para o acolhimento dessas mulheres? São questões que serão discutidas”, enfatiza.

O encerramento das atividades também contou com a apresentação de nossos integrantes. O grupo de pesquisa conta com a participação de professores, acadêmicos, egressos e pesquisadores da Celer Faculdades e outras instituições.

*Assessoria de Comunicação – Celer Faculdades

 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Escort atakoy escort bayan istanbul escort beylikduzu escort istanbul escort Atakoy Escort Atakoy Escort Atakoy Escort samsun escort eskisehir escort