porno seyret porno seyret porno seyret porno indir seks hikayesi escort bayan escort bayan istanbul escort beylikduzu escort istanbul escort
Regulamento

 

 

Capítulo I
DA NATUREZA E FINALIDADES
ART. 1º - A biblioteca é órgão subordinado administrativamente à direção da unidade, regida pelo presente Regulamento e tendo como finalidades:
I - promover a disseminação de informação no âmbito da comunidade acadêmica e usuários em geral;
II - dar assistência ao corpo discente e docente da unidade, na busca de informações;
III - oferecer suporte informacional aos programas de ensino, pesquisa e extensão;
IV - criar condições de auto-desenvolvimento aos usuários potenciais;
V - facilitar e estimular nos usuários o estudo e a investigação científico-cultural;
VI - coordenar as ações de uso, manutenção e atualização do acervo da biblioteca.

Capítulo II
DO FUNCIONAMENTO
ART. 2º - A biblioteca atenderá nos horários estabelecidos, que estão afixados na sua porta.
Parágrafo único: No período de férias, de recesso acadêmico ou aos sábados o horários de funcionamento da biblioteca será de acordo com a necessidade dos cursos oferecidos.

Capítulo III
DA CONSTITUIÇÃO DO ACERVO
ART. 3º - O acervo é constituído por obras circulantes e obras não circulantes.
§ 1º - Obras circulantes são aquelas que estão à disposição para empréstimo domiciliar.
§ 2º - Obras não circulantes são aquelas que tem seu uso restrito à consulta local (obras raras ou valiosas, enciclopédias, catálogos, dicionários, índices, obras muito consultadas). Reserva técnica: obras com tarja vermelha na lombada.

ART. 4º - O acervo é composto por:
I - Obras de referência: são obras destinadas a dar suporte informacional para pesquisa documental;
II - Coleção didática: obras destinadas ao aprendizado do conteúdo das disciplinas dos cursos oferecidos pela Celer Faculdades (livros-textos, manuais, apostilas, entre outros);
III - coleção informativa de consulta ou estudo: também chamada de coleção básica e/ou corrente, fundamentada na pesquisa e no ensino (livros, normas técnicas, material audiovisual, periódicos, entre outros);
IV - coleção lazer: com a finalidade de proporcionar lazer à comunidade de usuários (livros, periódicos, material audiovisual);
V - Coleção institucional: formada por materiais referente à memória da Celer Faculdades;
VI - literatura cinzenta: monografia e teses;
VII - folhetos: obras com número menor de 50 páginas.

Capítulo IV
DOS SERVIÇOS
ART. 5º - A biblioteca da Celer Faculdades oferece os seguintes serviços:
I - empréstimo domiciliar, em regime de livre acesso ao acervo;
II - consulta online nas bases de dados do acervo;
III - visita orientada para alunos calouros, com treinamento formal e informal de usuários;
IV - consulta local a todas as fontes de informações disponíveis por meios eletrônicos;
V - consulta ao acervo bibliográfico e de materiais especiais (fitas de vídeo, CDs, fotografias, slides, filmes, disquetes, entre outros);
VI - acesso à internet;
VII - orientação na pesquisa bibliográfica;
VIII - arquivos especiais;
IX - divulgação de informações técnico-científicas, culturais e educacionais.
§1º - O acesso e consulta à internet será sempre de acordo com a disponibilidade e limite de horário estabelecido pela coordenação da biblioteca.
§2º - O usuário da biblioteca poderá, além de utilizar as fitas de vídeo disponíveis, trazer fitas próprias técnico-didáticas para assistir nos nossos equipamentos.

Capítulo V
DOS USUÁRIOS
ART. 6º - São considerados usuários:
Internos:
I - alunos devidamente matriculados nos cursos oferecidos pela Celer Faculdades;
II - professores e corpo administrativo da Celer Faculdades.
Externos:
I - comunidade em geral.

ART. 7º - São direitos do usuário:
I - freqüentar regularmente a biblioteca para o fim a que se destina (pesquisa, estudo em grupo, estudo individual e leitura);
II - fazer empréstimos domiciliares dos componentes do acervo;
III - fazer pesquisas nos documentos impressos e eletrônicos disponíveis na biblioteca;
IV - fazer cópias dos resultados das pesquisas realizadas na internet ou nas bases de dados;
V - fazer reservas de materiais que estejam com outros usuários.

ART 8º - São obrigações do usuário:
I - respeitar este regulamento;
II - respeitar as normas de convivência em ambientes públicos;
III - respeitar as normas de preservação do acervo e do patrimônio da biblioteca;
IV - respeitar orientações dos funcionários;
V - depositar à entrada da biblioteca, no guarda-volumes, pastas e bolsas;
VI - registrar-se como usuário, solicitando sua inscrição junto à biblioteca;
VII - trazer sempre sua carteirinha de usuário para efetivação de empréstimos;
VIII - repor patrimônio extraviado ou danificado
IX - devolver ou renovar o material emprestado;
X - manter desligados aparelhos sonoros nas dependências da biblioteca;
XI - utilizar os microcomputadores exclusivamente para fins acadêmicos;
XII - utilizar CDs e disquetes pessoais mediante consentimento dos funcionários da biblioteca;
XIII - comunicar mudanças de endereço.

Capítulo VI
DO EMPRÉSTIMO
ART. 9º - Para o empréstimo domiciliar, o usuário deverá ter sua carteirinha de usuário, que deverá ser solicitada junto à biblioteca, mediante a apresentação de:
I - uma foto 3x4 recente;
II - documento de identidade.

ART. 10º - Os empréstimos são pessoais, sendo de exclusiva responsabilidade do usuário a cedência de obras a terceiros.

ART. 11º - Para efetivar o empréstimo, o usuário deverá apresentar sua carteirinha de usuário e estar em dia com o prazo de devolução do material já emprestado;

ART. 12 º - A quantidade de material a ser retirado e o prazo de empréstimo deverão constar entre as diversas categorias, observar a abaixo:
Livros, folhetos, relatórios, catálogos, manuais
Professores: quantidade 5, prazo de 15 dias
Alunos e funcionários: quantidade 3, prazo de 7 dias

Periódicos, fitas de vídeo, CDs e disquetes
Conforme especificação do § 1º do art. 13º.

ART. 13º - Para cada empréstimo será permitida prorrogação, desde que não haja reserva por outro usuário.
§1º - Obras não circulantes poderão, a critério da biblioteca, ser emprestadas conforme disponibilidade desses materiais.
§ 2º Para consulta em aulas, na Celer Faculdades, poderão ser retiradas obras, inclusive obras não circulantes, somente pelo professor.
§ 3º - Livros-textos indicados como leitura básica aos alunos, obras muito consultadas e materiais audiovisuais que não estejam disponíveis em quantidades suficientes para o bom atendimento da demanda, serão colocados em regime especial de circulação e terão o prazo de empréstimo reduzido de maneira uniforme para todas as categorias de usuários.
§ 4º - Não será permitida ao usuário a retirada de dois exemplares da mesma obra.
§ 5º - A biblioteca se reserva o direito de suspender o empréstimo domiciliar após o final do período letivo, para possibilitar a conferência anual do acervo.

ART. 14º - O usuário poderá renovar o empréstimo do material somente com a apresentação do mesmo no dia da devolução, desde que não haja interesse de outro usuário no mesmo material.

ART. 15º - O usuário poderá reservar materiais caso estejam emprestados a outro usuário.
§1º - No caso de haver mais de uma reserva para a mesma obra, observar-se-á rigorosamente a ordem cronológica das reservas.
§ 2º - Perderá seu lugar na lista de reservas o usuário que por qualquer motivo não retirar o livro no dia determinado.

ART. 16º - Periódicos só poderão ser emprestados por 1 dia 3 exemplares de meses anteriores ao atual, periódicos do mês vigente não poderão ser emprestados;

ART. 17º - Os usuários dos cursos de pós-graduação poderão retirar obras por um prazo de 15 dias.

ART. 18º - Os alunos dos cursos de graduação poderão fazer empréstimos por um prazo de 7 dias.

ART. 19º - Caso a data de devolução caia em um dia em que o aluno não tenha aula, este poderá efetivar a renovação por telefone, eximindo-se da penalidade da multa.

ART. 20º - O valor a ser cobrado, em caso de atraso, será por obra e por dia.

Capítulo VII
DAS PENALIDADES
ART. 21º - O não cumprimento das formalidades e prazos pro parte dos usuários cadastrados implicará, obrigatoriamente, as seguintes penalidades:
I - pagamento de multa pelos usuários que não devolverem o material nos prazos previstos neste regulamento, nos valores vigentes na data da quitação do débito, por item emprestado e por dia de atraso;
II - reposição à biblioteca, do material extraviado/danificado ou indenização no valor atualizado da obra, inclusive despesas de importação, se for o caso, além do pagamento de taxa correspondente ao tempo entre o término do prazo de empréstimo e a comunicação de extravio;
a) É facultado à biblioteca o direito de optar entre estabelecer o valor da indenização ou exigir reposição por obra similar existente no mercado, quando tratar-se de obra cuja edição esteja esgotada;
b) O prazo máximo para reposição ou indenização é de 30 dias, contados a partir da data em que expirou o prazo para a devolução.
§ 1º - Não será permitido o empréstimo de material ao usuário em débito com a biblioteca.

Capítulo VIII
DO ACESSO À INTERNET E USO DOS COMPUTADORES
ART. 22º - A utilização dos microcomputadores, tanto para acesso à internet, quanto para digitação de trabalhos, é facultado somente aos usuários internos (capitulo 7º deste regulamento).
§ 1º - O acesso aos microcomputadores será feito através de reserva com antecipação.

ART. 23º - Para acesso aos microcomputadores, o usuário deverá identificar-se, bem como informar o assunto/serviço que irá executar.

ART. 24º - Será concedido o prazo de 30 minutos para uso do computador, podendo ser prorrogado por mais 30 minutos, caso não haja reserva.
§ 1º - Mesmo que seja concedida a prorrogação do tempo, havendo demanda, o usuário será alertado da necessidade de dispor do microcomputadores, sendo concedido 10 minutos para que salve o trabalho em andamento.

ART. 25º - Todo o conteúdo digitado/pesquisado quando do interesse deverá ser salvo em disquete. A biblioteca não se responsabiliza por arquivos gravados nos seus diretórios.
§ 1º - A biblioteca não fornece disquete para o salvamento de textos e imagens.

ART. 26º - O acesso à internet e correio eletrônico é para uso exclusivo das atividades acadêmicas, sendo vetado o acesso a sites de recreação, jogos, eróticos, bem como salas de bate-papo.
§ 1º - A biblioteca se reserva o direito de monitorar o acesso aos computadores, alertando o usuário quanto ao uso indevido, podendo, no caso de reincidência, vetar o seu uso por um bimestre.

ART. 27º - O usuário poderá, a qualquer tempo, solicitar aos funcionários da biblioteca, orientação para o uso e recursos da internet, correio eletrônico e aplicativos, facilitando o seu uso e desempenho racional.

Capítulo IX
DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

ART. 28º - Aplica-se o presente regulamento a todos os usuários do SIBIC ( Xaxim/Chapecó)

ART. 29º - Os casos omissos no presente Regulamento serão resolvidos pelo Coordenador da Biblioteca, ouvida a Direção da Unidade.

ART. 30º - Este Regulamento entra em vigor nesta data, revogadas as disposições em contrário.

 

 

 

 



Atualizado em: 18/07/2016

 
 
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
porno indir porno seyret